Home / Atendimento / 10 formas de ganhar clientes
formas de ganhar clientes

10 formas de ganhar clientes

Em tempos de busca de lucros, é importante cuidar bem de seus clientes – principalmente para garantir a compra recorrente. Conheça os maiores erros que as empresas cometem no relacionamento com seus consumidores.

1 – Acolher clientes

Muitas vezes, o cliente procura uma empresa para a qual ele não é o público alvo. Muitas empresas fazem de tudo para o cliente ir embora, sem dizer que não podem atendê-lo. Resultado, o cliente sai constrangido, fala mal da empresa e nunca mais volta. A situação é recorrente em bancos e se repete também no e-commerce. Já notaram o sucesso de nichos – como o de bebês? Ele costuma ser fruto exatamente deste comportamento.

Portanto, reveja processos e diretrizes para garantir que sua relação sempre será transparente e verdadeira. Mesmo que um consumidor não tenha perfil de cliente hoje, isso muda – e ele tem poder de influenciar outras pessoas.

2 – Escutar seus clientes

Cliente chega à sua página e, por razões variadas, todas as sugestões e destaques não o atendem. Se você não usar todas as ferramentas disponíveis – cookies, BI ou histórico de navegação – existe uma enorme probabilidade deste consumidor não voltar e, pior, não lembrar do seu negócio.

Se os problemas no off-line muitas vezes vêm de vendedores mal treinados, no planeta online, o seu site deve fazer este serviço. E fornecer informações sobre o comportamento de seus visitantes.

Investir em tecnologia e inteligência é fundamental.

3 – Responder no tempo do cliente

Em geral quando fazem compras online, os consumidores também pesquisam preços, comparam condições de frete e tempo de entrega. Sim, clientes buscam pelo melhor preço, no menor prazo, com o melhor frete – que é a conta do custo-benefício na ponta do consumidor.

Para entregar isso sem comprometer margens e mark-ups, o e-commerce precisa não só estar com a sua pesquisa de mercado muito bem feita, como responder prontamente às ações. Não há experiência pior, para o cliente do que experimentar falhas nos momentos chaves de fechamento do negócio – seja com o carrinho, que não atualiza o frete automaticamente ou com um botão de pagamento que não carrega.

Estes erros são recorrentes e também derrubam a sua taxa de conversão.

4 – Entender o cliente

Vivemos numa era em que muitos clientes são cegos a banners e têm dificuldade em sites com enorme variedade de produtos. Organizar, respeitar os testes de usabilidade, garantir uma experiência de compra tranquila são providências fundamentais em todos os segmentos. Quanto maior a sua grade de produtos, mais cuidado você precisa ter para mostrar que pode atender sem sobrecarregar o seu cliente.

5 – Rumo à descrição perfeita dos produtos

Nunca é demais lembrar: suas páginas de produto precisam contar para o cliente todos os detalhes do produto. Seja com listas de especificações como com textos (sempre mais favoráveis aos buscadores), avaliações, depoimentos de clientes que já compraram… vale tudo para garantir que o visitante terá o máximo de informações sobre cada detalhe do produto.

Isso vale para todos – da lâmpada ao sofá, do tênis ao acessório automotivo.

6 – Garantir a melhor experiência ao cliente

Se você vende determinado produto e seu concorrente também, pode ser que seu cliente não volte mais ao seu negócio se perceber que a experiência oferecida em outro lugar é mais interessante.

Segundo Marcelo Scharra, da Inside, muitas vezes é isso que o faz decidir de quem vai comprar. Isso significa que às vezes vale a pena gastar com uma embalagem diferente, ou considerar oferecer um brinde junto com o primeiro pedido – que foi o “truque” da Amazon no começo de sua operação. Detalhes como esses podem fazer a diferença entre um cliente que volta e um cliente que não aparece nunca mais.

7 – Cuidar do pós-venda

Outro erro comum é o empreendedor não se preocupar com o pós-venda. O primeiro passo aqui é entender que ter clientes satisfeitos é fundamental para o seu negócio. Se o seu negócio não se preocupa em manter canais abertos para contato, saiba que uma empresa que não atende as reclamações está fadada a perder público.

8 – Ouvir a queixa do cliente

Ainda no pós-venda, quando finalmente o cliente consegue receber um atendimento, é comum encontrar resistência do outro lado do balcão.

Sim, todos sabemos que o cliente nem sempre tem razão – mas é preciso escutar e explicar o que está acontecendo, com atenção, sempre.

9 – Cuidar do atendimento

Atender bem para vender sempre. Se o cliente tem uma reclamação e entra em contato com a empresa, é importante que a pessoa do outro lado realmente saiba atender àquela demanda. Equipes despreparadas e/ou mal treinadas no serviço de atendimento só servem para trazer problemas para a sua marca.

No setor de atendimento, vale, também, ter atenção aos serviços de reclamação – Reclame Aqui, Procon e outros – para atendimento rápido e prioritário às reclamações. Muitas vezes é neles que o cliente insatisfeito é convertido em cliente recorrente.

10 – Perceba troca como relacionamento

Um cliente que precisa trocar um produto pode ter surpresas bem desagradáveis e grandes dificuldades. Crie um sistema de devolução eficiente, o mais simples possível e que permita ao seu consumidor ter uma boa experiência.

Via Exame, ilustração: wikimedia, CC