Home / Vendas / 5 dicas para aumentar as suas vendas em um marketplace
aumentar as suas vendas em um marketplace

5 dicas para aumentar as suas vendas em um marketplace

Para as empresas que desejam comercializar seus produtos na internet, ter uma boa plataforma de vendas é uma excelente opção.

Muitos empresários que apostam nessa estratégia, no entanto, ainda encontram dificuldades em aumentar as vendas no marketplace.

Esse modelo de e-commerce se caracteriza por criar um ambiente em que diferentes lojistas podem vender seus produtos. E mais: conta com um sistema baseado em CPA (Custo por Aquisição), ou seja, a empresa só repassa valores ao gestor do mercado online quando há alguma venda.

Dessa forma, os marketplaces são indicados para as empresas que têm uma plataforma de e-commerce e pretendem intensificar os seus negócios no ambiente virtual, oferecendo mais opções para os clientes.

Neste artigo, separamos algumas dicas e ferramentas que podem ajudar a aumentar as vendas da sua loja no marketplace. Quer saber mais? Então não deixe de conferir os próximos parágrafos!

Como aumentar as vendas no marketplace?

1. Pratique preços competitivos

Quando os consumidores estão procurando por um produto, avaliam inicialmente a qualidade e o preço. Só então passam a observar outros aspectos, como o valor do frete e o tempo de entrega. Dessa forma, contar com preços competitivos é essencial para atrair clientes e fechar novos negócios.

É preciso monitorar a concorrência e saber como eles estão precificando seus produtos. Essas informações vão orientar a formatação dos valores de seus itens de maneira que possa se mostrar competitivo no mercado sem que isso prejudique seus resultados financeiros.

2. Capriche na apresentação dos produtos

O marketplace é um catálogo virtual que agrega variedade de produtos e diversidade de fornecedores. Portanto, a concorrência é acirrada. Por isso, é preciso ficar atento a todos os detalhes, para que as suas mercadorias possam se destacar perante as outras lojas e atrair os consumidores.

Capriche nas fotos dos produtos, procurando mostrar todos os aspectos deles com imagens de qualidade. Elabore também boas descrições, apresentando a mercadoria e inserindo todas as informações técnicas. Os clientes estão cada vez mais exigentes e observam todos os aspectos dos itens de seu interesse.

3. Não abuse no valor do frete

Na hora de decidir se fecha uma compra ou não, o consumidor sempre avalia o valor do frete e o prazo de entrega. Contar com tarifas altas ou tempo de entrega extenso faz com que as pessoas evitem seus produtos. Por isso é importante criar um sistema que seja competitivo com outros players.

O ideal é montar uma tabela que leve em consideração os prazos e tarifas praticados pelos seus concorrentes, para que possa se tornar mais competitivo e chamar a atenção dos clientes. Mas não se esqueça de cumprir sempre os prazos de entrega, pois, caso contrário, pode ser punido pela plataforma.

4. Faça a categorização dos itens

Ao entrar em um site de compras, os consumidores têm o costume de fazer buscas a partir de filtros, o que facilita o processo de pesquisa deles. Porém, para que os produtos de uma loja sejam encontrados por esses filtros, é necessário fazer a categorização deles dentro do marketplace.

Caso esse processo não seja feito, o cliente não terá acesso aos seus produtos ao utilizar filtros de busca, o que faz com que a sua empresa saia atrás dos concorrentes e, consequentemente, perca oportunidades de venda.

5. Conquiste elogios e boas avaliações

Os marketplaces permitem que os consumidores façam avaliação dos produtos disponíveis na plataforma. Após observar preço, condição de pagamento e frete, os compradores tendem a consultar a opinião de outras pessoas para saber a experiência delas tanto no ato da compra quanto com o uso do produto.

Conquistar elogios significa melhorar a reputação do seu negócio e também aumentar as vendas no marketplace. Se as suas avaliações estão ruins, no entanto, a tendência é de que feche menos negócios e perca espaço para a concorrência.

Agora que você já sabe o que fazer para se destacar e aumentar suas vendas em um marketplace, que tal conhecer algumas ferramentas que ajudam a melhorar a performance do seu negócio? É só acompanhar os próximos tópicos!

Quais as melhores ferramentas de performance?

1. JET HUB

Os marketplaces são hoje uma excelente opção para diversificar os canais de vendas das lojas, porém, para que isso funcione da melhor forma possível, é importante que se consiga trabalhar de maneira integrada. Caso contrário, pode ser difícil para o lojista fazer a gestão do negócio com eficácia.

Para otimizar as atividades relacionadas a esse tipo de operação, o ideal é ter uma plataforma omnichannel, como a JET NEO, desenvolvida justamente para atender a essa demanda do e-commerce: o cliente pode se relacionar com a loja em diversos canais, incluindo os marketplaces.

Batizada de JET HUB, a solução da JET faz a integração com os principais marketplaces do mercado, de forma nativa, como Extra, Ponto Frio, Casa Bahia, Buscapé, Mercado Livre, Walmart e Netshoes. Na prática, isso significa que é possível gerenciar todas as ações que serão realizadas nesses espaços por meio da própria plataforma.

Uma das vantagens, por exemplo, é a possibilidade de organizar melhor a gestão de estoque, uma vez que os dados sobre a disponibilidade dos produtos estão registrados no mesmo sistema, o que não apenas facilita o trabalho, como reduz o risco de falhas.

Sem ter que se preocupar com os detalhes operacionais, a equipe pode dedicar-se ao que realmente importa: a gestão estratégica do negócio como um todo, visando ao aumento da performance para o e-commerce na loja própria e no marketplace.

2. Precifica

Este serviço permite acompanhar, comparar e analisar a concorrência. Com ele, é possível comparar o preço dos seus produtos com os da sua concorrência. As análises são entregues a cada 24 horas, o que permite atualização constante do seu sistema de vendas ao mesmo tempo em que se mantém competitivo.

Também permite criar um mecanismo automático de reajuste de preços com base em regras predefinidas e levando em consideração os insights gerados pelo monitoramento. O sistema leva em consideração as alterações de preço, disponibilidade do produto, custo de aquisição e margens mínimas.

3. Navegg e-commerce

O sistema tem informações de usuários e compradores de mais de 100 mil lojas virtuais. Essas informações permitem que os comerciantes desenvolvam estratégias de vendas, tenham insights para seus catálogos de produtos e um entendimento melhor sobre o investimento em marketing.

Pela plataforma, é possível identificar perfil demográfico, funil de conversão, ferramentas de atribuição de vendas, dentre outras possibilidades.

Gostou deste artigo com dicas e ferramentas que ajudam a aumentar as vendas no marketplace? Então assine agora a nossa newsletter e receba outros conteúdos interessantes e relacionados diretamente na sua caixa de e-mails!

CONTINUE ACOMPANHANDO NOSSAS NOVIDADES AQUI NO BLOG!
SAIBA MAIS SOBRE AS SOLUÇÕES DA JET E-BUSINESS:
SOLICITE UM CONTATO
185 Lido total 4 Lido hoje