Home / Tecnologia / 5 dicas para adaptar seu e-commerce para dispositivos móveis
e-commerce para dispositivos móveis

5 dicas para adaptar seu e-commerce para dispositivos móveis

Imagine o prejuízo que seria ignorar mais da metade do público-alvo de uma empresa.

Pois é isso que acontece quando um negócio não adapta seu e-commerce para dispositivos móveis.

Quer entender o porquê e como reverter essa situação? Então, confira o nosso post. Vamos falar sobre o crescimento das vendas mobile e como sua empresa pode se adaptar para atender esse grupo cada vez maior de consumidores. Acompanhe!

A importância de adaptar o e-commerce para dispositivos móveis

Segundo dados de pesquisa divulgada pelo IBGE no final de 2017, o comércio que não se adapta para dispositivos móveis deixa de atingir 60% dos usuários de internet no Brasil. São as pessoas que declaram que usam a internet por meio do smartphone.

O que isso significa para o seu negócio? Que adaptar o e-commerce para dispositivos móveis é prioridade. Afinal, mesmo os usuários que acessam a rede por meio do computador têm um smartphone em mãos praticamente todo o tempo.

Enquanto em 2011 as vendas mobile representavam 0,3% dos pedidos, a expectativa para 2021 (10 anos depois) é de que os smartphones sejam responsáveis por 41% das vendas on-line no Brasil.

Para que você tenha uma ideia, as previsões são de que, em 2018, as vendas geradas pelo mobile commerce (m-commerce) cheguem a US$ 600 bilhões — soma equivalente ao volume movimentado por todo o e-commerce no ano de 2013.

Isso faz dos dispositivos móveis uma ferramenta poderosa para atrair clientes e vender produtos a qualquer horário e em todo lugar. E hoje nenhuma empresa pode se dar ao luxo de negligenciar um aliado tão influente.

Como tornar seu e-commerce responsivo

Talvez você tenha entendido o quanto é importante proporcionar uma navegação efetiva aos seus usuários por meio de dispositivos móveis, mas tenha ficado com uma dúvida: como criar um e-commerce responsivo?

Separamos algumas dicas e práticas que vão garantir boa experiência ao consumidor e contribuir para sua empresa realizar muitas vendas. Confira!

1. Crie um aplicativo mobile

O aplicativo não é só uma ferramenta de vendas. Ele é um sinal inequívoco de admiração e compromisso por parte do cliente com o seu negócio. Afinal de contas, ninguém ocupa a memória do celular com dezenas de aplicativos de lojas em que não pretende comprar.

Portanto, prestigie seus clientes fiéis com a criação de um aplicativo. Torne a experiência deles melhor criando um sistema que não exija consumo de dados, tenha navegação simples e intuitiva e até ofereça vantagens para esse público.

Além disso, trata-se de meio eficiente para colocar o público em contato com ofertas relevantes, de acordo com seus interesses. Tome apenas o cuidado de segmentar bem a sua base para criar promoções realmente atrativas.

Aproveite o aplicativo para relembrar o cliente de que a sua loja virtual é uma opção interessante em datas comemorativas. Facilite a compra e veja suas vendas aumentarem.

2. Trabalhe com um site e intermediador de pagamento responsivo

Imagine que o consumidor esteja tranquilamente utilizando o Facebook pelo celular. Ele viu um anúncio do seu produto, ficou interessado e clicou. Esse é um momento crucial para provocar o desejo e fazer a venda, em que o consumidor omnichannel precisa transitar livremente entre os diferentes canais.

Porém, se ao ser direcionado até o link o usuário não consegue acessar o site pelo celular, suas chances de realizar a compra diminuem muito. O mesmo acontece caso ele encontre uma página toda distorcida, que dificulta a visualização e análise do produto.

O ideal é que, desde que teve o primeiro contato com seu produto (pelo smartphone), o cliente tenha experiência contínua e fluida que o leve até o pagamento do pedido. Se isso não acontecer, ele dificilmente chegará em casa ou no trabalho e procurará a sua loja. Você pagou pelo clique, mas não vai faturar com a venda.

Outro exemplo é o pagamento. Lembre-se de que o checkout precisa ser simples e rápido, para evitar a todo custo que o cliente desista da compra e abandone o carrinho nesse momento.

Por isso, é muito importante ter um site e um intermediador de pagamento responsivos. Ele vai garantir que, desde o amor à primeira vista que o cliente sentiu pelo produto até o clique em “confirmar compra”, não haja barreira que impeça ou dificulte a ação.

3. Utilize selos de segurança

Garantir a segurança da loja é importante não só para o seu e-commerce. Selos que ficam visíveis durante todo o período de compras e mostram que o comércio eletrônico é blindado para navegação em dispositivos móveis conquistam a confiança do usuário.

Por esse motivo, a sua loja precisa investir em um certificado digital SSL. Além de dar credibilidade ao site, esse tipo de certificação é pedido pelas operadoras de cartões de crédito — ele é, portanto, requisito fundamental para quem quer vender online.

4. Escolha uma boa plataforma

Uma boa plataforma é essencial para qualquer e-commerce que queira conquistar mais clientes. No universo mobile, isso não é diferente.

Hoje, o mercado já conta com plataformas que estão adequando seu layout e se tornando responsivas. Dessa forma, o empreendedor pode ter uma solução eficiente e acessível, sem precisar investir uma fortuna no desenvolvimento de um software exclusivo.

Portanto, antes de aderir a uma plataforma ou realizar uma mudança, verifique se ela apresenta design responsivo e está preparada para oferecer a melhor performance ao usuário mobile.

5. Acelere o carregamento

A velocidade é crucial: ou ela conquista o cliente ou faz com que ele abandone o site. Por isso, ele precisa ser carregado em menos de três segundos. A partir desse tempo, as taxas de conversão caem muito.

A primeira consequência de um site de e-commerce lento é a taxa de rejeição do usuário. Ele volta para a página dos resultados de busca mesmo antes do carregamento terminar.

Além disso, agora o Google penaliza essas páginas. A demora no carregamento faz piorar o posicionamento entre os resultados do buscador, reduzindo as chances de os consumidores visitarem seu link.

Portanto, o jeito é acelerar: investir em uma boa plataforma, hospedagem de qualidade e arquitetura de site que facilitem o carregamento e garantam excelentes negócios!

Entendeu a importância de adaptar seu e-commerce para dispositivos móveis? Quer outras sugestões para tornar seu comércio virtual atrativo, lucrativo e eficiente?

Então, comece agora mesmo. Faça o download do nosso e-book e conheça as melhores práticas para o seu e-commerce!

CONTINUE ACOMPANHANDO NOSSAS NOVIDADES AQUI NO BLOG!
SAIBA MAIS SOBRE AS SOLUÇÕES DA JET E-BUSINESS:
SOLICITE UM CONTATO
806 Lido total 3 Lido hoje