Home / Vendas / Frete grátis no e-commerce: quando e por que oferecer?
frete grátis no e-commerce

Frete grátis no e-commerce: quando e por que oferecer?

Um dos principais fatores que podem levar um potencial cliente a não fechar uma compra pela internet é o valor do transporte.

Algumas vezes, essa taxa chega a ser maior que o preço do próprio produto. Por isso, oferecer o frete grátis no e-commerce é uma ação eficiente, mas que deve ser bem planejada para não impactar na margem de lucro da empresa.

Para te ajudar a desenvolver uma boa estratégia e aumentar as vendas, criamos este artigo com tudo que deve ser considerado. Confira!

Por que oferecer o frete grátis no e-commerce?

frete é um valor que está diretamente ligado ao impulso das vendas. Muitos compradores avaliam atentamente essa taxa e fazem comparações entre diferentes sites antes de fechar uma compra.

Principalmente em nosso país, que possui um vasto território e caros serviços de transporte, o valor de entrega pode criar uma dificuldade para os negócios a longo prazo. Pensando nisso — e com o intuito de aumentar as vendas — diferentes marcas têm adotado a política de frete grátis no e-commerce.

Essa é uma ótima estratégia, que pode não só aumentar as vendas, mas também reduzir a taxa de abandono de carrinho e elevar o ticket médio, que é o valor gasto em média pelos clientes por pedido. Porém, quando a empresa assume o valor do frete é preciso atentar a vários pontos para que isso não tenha um forte impacto em seus resultados.

Como montar uma boa estratégia?

Aqui, selecionamos as melhores dicas para implantar essa ação. Você deve analisar cada ponto e aplicar aquilo que for mais conveniente para o seu negócio. Confira:

Negocie valores mais baixos para o transporte

Independentemente se é a empresa ou o cliente quem paga o frete, é muito importante tentar negociar preços mais baixos para o transporte dos produtos. Se você utiliza os Correios, por exemplo, é interessante firmar contrato com uma das agências, o que te dará acesso a uma tabela de valores diferenciados.

Se a sua empresa utiliza outros métodos de envio, como transportadoras ou motoboy, procure negociar apresentando uma perspectiva de crescimento nos seus pedidos, argumentando que vale a pena diminuir um pouco o valor de cada frete e apostar no volume.

Escolha produtos com maior margem de lucro

Uma boa dica para implantar o frete grátis no e-commerce é determinar quais produtos o cliente deve comprar para ter esse benefício, definindo apenas os itens que possuem maior margem de lucro. Com isso, a venda desses produtos pode aumentar e a empresa terá um ganho maior, mesmo assumindo o valor da entrega.

Estipule um valor mínimo de compra

Outra alternativa bastante adotada pelas empresas é estabelecer um valor mínimo de compra. A ação é importante pois, caso contrário, a compra de itens de menor valor poderá fazer com que você tenha prejuízo ao pagar o frete. Então, estude um valor mínimo que seja interessante, que estimule o seu cliente a aumentar o carrinho de compra para ter acesso ao benefício.

Incentive conversões

Você pode utilizar o frete grátis no e-commerce para incentivar uma determinada conversão: por exemplo, ter acesso ao benefício na primeira compra, ao se cadastrar em uma newsletter, ao responder uma pesquisa ou realizar uma outra ação que seja estratégica para o negócio.

Dessa forma, você cria um incentivo para a conversão e pode trabalhar com os resultados no longo prazo. O valor gasto nesse frete pode ser um ótimo investimento, resultando em compras recorrentes.

Aproveite as datas comemorativas

Se você não quer oferecer o frete grátis de forma contínua, utilizar as datas comemorativas pode ser uma boa saída. Essa ação, inclusive, pode ser usada como um diferencial competitivo, conquistando a preferência do cliente perante seus concorrentes.

Para isso, crie uma programação das principais datas durante todo o ano e já planeje as ações de marketing para divulgar o benefício.

Especifique as regiões

Por fim, para oferecer o frete grátis e manter uma boa margem de lucro, é preciso fazer um estudo dos valores para cada região do país. A logística de envios pode ser bem distinta entre estados, com taxas variadas. Se a sua empresa está sediada no sul do país, por exemplo, um envio para o extremo norte pode ficar muito oneroso e comprometer os ganhos da operação.

Então, faça uma simulação de envio para cada região, com diferentes volumes de pedidos, e verifique os valores envolvidos. Se a diferença encontrada for elevada, a solução pode ser excluir as regiões com maior custo, colocar um valor mínimo de compra para alguns estados ou simplesmente oferecer o frete apenas para as capitais — opção que é frequentemente adotada por lojas online.

Quais são os impactos para a empresa?

Como vimos, oferecer o frete grátis no e-commerce pode aumentar o ticket médio e reduzir o abandono de carrinho, gerando um impacto positivo nas vendas. Mas você deve saber que quando a empresa adota essa estratégia ela está abrindo mão de uma parte de seu lucro para o pagamento do transporte.

Quando o cliente paga pelo frete, você pode cobrar exatamente a taxa solicitada pelos Correios, pela transportadora ou por qualquer outro serviço de transporte escolhido. Dessa forma, o seu lucro sobre os produtos não é impactado.

Já com o frete grátis quem paga esse transporte é a empresa. Então, esse valor deve ser descontado na margem de lucro. Você deve tomar muito cuidado com essa estratégia. Se a margem é pequena, significa que ela será reduzida ainda mais e, se não for bem planejada, a ação pode se transformar até em prejuízo.

Para que isso não aconteça e você consiga montar um bom plano estratégico, procure seguir as dicas que listamos no tópico anterior.

Fique atento: criar uma política de frete grátis no e-commerce pode representar uma boa saída para aumentar as vendas, elevar o ticket médio e ainda reduzir a taxa de abandono de carrinho.

Porém, é preciso planejar muito bem essa ação para não impactar negativamente na margem de lucro da empresa. Faça um profundo estudo de valores e considere o que é mais produtivo para a sua operação.

Lembre-se de sempre acompanhar o desempenho dessa e de todas as ações tomadas dentro do seu e-commerce para avaliar sua eficiência, e não deixe de buscar continuamente alternativas para otimizar seu plano estratégico.

Gostou do nosso artigo sobre o frete grátis no e-commerce? Então assine nossa newsletter e fique sempre por dentro das novidades!

CONTINUE ACOMPANHANDO NOSSAS NOVIDADES AQUI NO BLOG!
SAIBA MAIS SOBRE AS SOLUÇÕES DA JET E-BUSINESS:
SOLICITE UM CONTATO