Home / Gestão / Quase metade dos produtos estão indisponíveis
No anunciar

Quase metade dos produtos estão indisponíveis

No anunciar

De acordo com levantamento feito pela SIEVE, empresa especialista em inteligência de preços e sortimento, a disponibilidade média dos produtos dos e-commerces no Brasil foi de 56% 1º trimestre de 2015.

O levantamento, realizado em parceria com a Keyscores e E-commerce Brasil, foi feito no período de 1º de janeiro a 31 de março, em 282 sites, analisando ao menos 1,1 milhão de URL’s. Veja o infográfico:

De cada 100 produtos pesquisados pelos clientes, 44 estão indisponíveis

Entrevistamos Guilherme Lunardi, nosso diretor comercial, para explicar como evitar que isso aconteça no seu inventário.

Como evitar que isso aconteça no e-commerce?

Guilherme Lunardi: para garantir o produto na loja é necessário se planejar. Primeiro o lojista tem que fazer uma análise dos relatórios de acesso, saber quais são os produtos mais visitados ou visualizados, os termos mais pesquisados na ferramenta de busca, se existem produtos aguardados, ou seja, produtos que estão esgotados e que o cliente solicitou o “avise-me quando chegar”. Isso feito é preciso controlar qual é o consumo efetivo de produtos, a entrada e saída de produtos. A partir disso, fazer um planejamento de compra e reposição de estoque. Uma das formas de oferecer um mix de produtos mais completo e não perder a venda é trabalhar com cross docking, onde o lojista vende os produtos de determinado fornecedor e quem faz a entrega é o fornecedor, sem que seja preciso imobilizar investimentos no estoque.

A Plataforma JET tem alguma função que evite isso de acontecer?

Guilherme: Várias. A nossa plataforma tem diversas ferramentas de controle, como:

  • Relatório de termos pesquisados;
  • Relatório de produtos mais visitados;
  • Relatório de produtos aguardados;
  • Relatório de consumo efetivo;
  • Relatório de entrada e saída de produtos;

Além disso, o nosso sistema também permite colocar os produtos esgotados na última página da busca e/ou desativar o produto (que assim, não aparece mais na loja).

Outra possibilidade é usar o cross docking – que pode ser administrado diretamente na plataforma JET.

Por que o e-commerce brasileiro não consegue melhorar a sua eficiência/cuidado com estes detalhes?
Guilherme: Falta de planejamento e análise.

 

Via: Consumidor Moderno
Foto: Pulpolux !!! via Compfight cc